</2021>

7 minutos de leitura

Não precisava de muito para 2021 ser melhor que 2020, mas este ano foi um ano de muito aprendizado em minha vida pessoal, o que acabou fazendo grande diferença na minha vida profissional.

Pessoal

Depois de muito tempo pensando sobre o assunto, finalmente decidi ir atrás de sessões de terapia. Todo mundo que trabalha com tecnologia sabe o quanto essa área nos consome psicologicamente, e depois de 10 anos trabalhando na área, decidi que era a hora de focar na saúde mental.

O começo foi um pouco complicado (como imaginei que seria), mas após alguns meses posso dizer que foi a melhor decisão que fiz em 2021. Amigos, viagens e arte são ótimos para acabar com momentos de stress, mas em alguns momentos apenas ajuda especializada pode nos ajudar.

Livros

A meta para 2021 era ler pelo menos 15 livros. Infelizmente consegui ler apenas 8. Os favoritos foram: A Revolução dos Bichos (George Orwell), MAUS (Art Spiegelman) e Odisseia Austral (Pedro Hauck).

Música

Este ano deixei o rock um pouco de lado e comecei escutar outros gêneros. Cada vez mais escuto artistas do hip-hop como Tyler, the Creator, J. Cole e Kendrick Lamar.

Mas o que me empolgou mesmo é a nova onda de bandas russas post-punk. Virei fã de Molchat Doma, mas também destaco Ploho e Human Tetris.

Profissional

Continuo cada vez mais trabalhando com UI Design, e o que senti de diferença de 2021 para 2020 é que estou ficando cada vez mais confiante no meu trabalho.

No meio do ano convenci o Renan Bonin a inaugurar a área de User Experience na Fitcard e a experiência tem sido incrível. Renan é um profissional foda, e isso faz com que eu evolua a cada trabalho realizado junto com ele.

A meta (ousada) para 2022 é dar início a um Design System que englobará todos os sistemas da Fitcard.

Front-end

NextJS ainda é minha stack favorita para desenvolvimento, e neste ano fiz alguns projetos pessoais em que aprendi bastante, trabalhando também com GraphCMS (CMS headless) e GraphQL. Confesso que a simplicidade do GraphQL se tornou minha opção favorita para aplicações mais simples, mas para aplicações mais robustas (principalmente na Fitcard), ainda sinto mais confiança nas API's feitas com .NET Core.

myFlights

Meu projeto pessoal favorito do ano é o myFlights, que foi feito com NextJS e GraphQL. O projeto é basicamente uma cópia do myFlightRadar, mas com meus dados pessoais e feito para ser exibido em um display de 10" que tenho em minha casa, como se fosse um slideshow. O código-fonte está no GitHub.

Melhorias no portfolio

Aproveitando novos conhecimentos, também fiz algumas mudanças aqui no site. Migrei todo meu conteúdo para o GraphCMS, integrando GraphQL com o Data Fetching do NextJS. Essa combinação é imbatível.

O que espero em 2022?

Em 2020 escrevi que o mais esperava para 2021 era vacina. E ~~mesmo com incompetência do governo~~ essa "meta" foi cumprida. Ainda há muito o que fazer mas me sinto otimista com o próximo ano. As metas pessoais são:

  • Terminar a mudança para morar sozinho;
  • Consultar uma nutricionista e fazer ainda mais exercícios físicos;
  • Fazer uma viagem para o exterior (saudades).

E as profissionais:

  • Fazer algum curso especializado em UI Design;
  • Ser especialista em testes unitários no Front-end;
  • Evoluir em todas as áreas relacionadas a gestão de pessoas.

Por fim, espero um 2022 mais leve, e que no fim do ano eu volte para dizer que todas (ou quase todas) metas foram cumpridas 😀